quinta-feira, 23 de agosto de 2012

REFLETINDO SOBRE TEATRO NOS PROJETOS SOCIAIS



Trabalho em Projetos Sociais a dez anos, quero aproveitar este espaço e colocar a minha experiência na aplicação de oficinas de teatro fora da sala de aula, uma vez que o teatro na escola na minha opinião inda não é valorizado. Sendo assim o teatro sem compromisso em outros espaços é instrumento de reflexão e interação. Comecei a desenvolver em 2003 o projeto de formação humana na Associação Olimpiense de Promoção ao Adolescente, onde preparava jovens adolescentes de 14 a 18 anos para o mercado de trabalho, o aprendizado era realizado com "Role Playing", jogos teatrais, exercícios de oralidade, para quebra de timidez e desinibição, desenvolvendo lideranças..etc...os resultados foram ótimos, de maneira que ate houve reflexo no rendimento escolar destes jovens, preparando-os de fato para o mercado de trabalho.

O teatro possui valorosa importância social na ação educativa e oferece inúmeras situações de aprendizagem, interagindo com o cotidiano da comunidade. Assim, funciona como elo entre cultura, sociedade e indivíduo.
Nos projetos sociais podemos trabalhar os grupos desenvolvendo temas e situações do cotidiano de sua comunidade, a encenação com as crianças e adolescentes de problemáticas propõe uma reflexão sua realidade e causa outro olhar para coisas que não são pensadas. O teatro tem o poder de transformar, tanto para quem faz como para quem assiste. Quando falamos de comportamento, disciplina e regras, neste caso estamos falando do contexto social de convivência. Os conflitos são melhor entendidos quando são encenados, a repetição ou imitação do que se vive, pode mudar a forma de sentir, e com isso aprendemos muito mais a lidar com os conflitos.